Pensões

Fonte: WikiLAI
Revisão em 21h44min de 15 de setembro de 2021 por Fiquemsabendo (discussão | contribs) (imagem inserida)
(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Pensões são pagamentos feitos pelo governo a dependentes de servidores públicos falecidos. Ou seja, quando um funcionário público morre, uma pessoa da família passa a receber pensão no valor proporcional aos ganhos do cargo que o servidor falecido exercia. Graças a uma conquista histórica da Fiquem Sabendo, em 2020, a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP), do Ministério da Economia, publicou pela primeira vez dados individuais de pagamento de pensão a civis de 1994 a maio de 2020 no Portal de Dados Abertos do governo federal[1].

Conquista histórica

Newsletter Don't LAI to me publicou dados de pensões militares em edição especial veiculada dia 28 de julho de 2021 (Fonte: Reprodução/Don't LAI to me)

Após uma disputa que durou mais de três anos, o Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu pela publicidade dos pagamentos realizados aos pensionistas do governo federal[2] em setembro de 2019[3]. A publicação dos dados ocorreu de forma parcial em janeiro de 2020[4] e foi atualizada em maio do mesmo ano. A Fiquem Sabendo coordenou uma força-tarefa colaborativa entre veículos de comunicação para a investigação e divulgação dos dados. Com ajuda estrutural de Fernando Barbalho e o apoio técnico do Brasil.io, foi possível transformar 100 milhões de linhas espalhadas em 27 arquivos diferentes em uma base online dinâmica para consulta[5].

De 1994 a maio de 2020, o valor empenhado pelo governo para o pagamento de pensões foi de R$ 470 bilhões (total bruto atualizado), sendo R$ 384 bilhões desembolsados (total líquido atualizado). Os valores correspondem a 94 milhões de pagamentos realizados, sendo que 535 mil servidores distintos foram responsáveis pela instituição das pensões. Contudo, os dados divulgados à época eram referentes somente a pensões geradas por servidores civis. Somente 19 meses depois da primeira decisão do TCU, com pressão de uma nova denúncia da Fiquem Sabendo[6], pagamentos feitos a parentes de militares vinculados ao Ministério da Defesa (MD) foram disponibilizados, em junho de 2021, assim como pagamentos realizados a parentes de servidores do Banco Central (Bacen)[7]. Dados da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) não estão contemplados, por questões de sigilo por exercerem função estratégica no governo.

Com a nova base de dados liberada, novamente a Fiquem Sabendo articulou a rede de jornalistas e cientistas de dados para dar repercussão ao caso[8]. O Estado de S. Paulo[9] mostrou que filhas solteiras de militares recebem até R$ 117 mil mensais, dado que também foi destacado no editorial da Folha de S. Paulo[10] como "custoso anacronismo". Gastos com pensões foram comparados a investimentos em programas sociais na seção =igualdades da revista piaui[11]: R$ 36 bilhões (entre pensionistas civis e militares) para meio milhão de pessoas, contra R$ 32 bilhões para 14,7 milhões de beneficiários do Bolsa Família. Já o El País Brasil[12] destacou que a Defesa gasta mais de meio bilhão por ano com pensões acumuladas pagas a parentes de militares. A Agência Pública[13] mostrou que o governo paga R$ 1,2 milhão por mês a herdeiras de militares acusados de crimes na ditadura, a Gazeta do Povo[14] destacou “marajás” da cúpula do governo Bolsonaro e o Metrópoles[15] apurou que 400 filhas pensionistas de militares são sócias de empresas milionárias.

Guia de acesso

Além de ter promovido a abertura dos dados de pensionistas do governo federal, a Fiquem Sabendo também criou um aplicativo para facilitar o acesso às informações, onde foram unificados arquivos, corrigidos pequenos erros e atualizados valores monetários[5]. Se optar pelos dados originais do Portal de Dados Abertos[16] ou no Portal da Transparência[17], é preciso prestar atenção em alguns detalhes.

No aplicativo, é possível procurar pelo nome do servidor instituidor da pensão, opção que não está disponível no Portal da Transparência, onde há acesso apenas a alguns campos da base de dados e o download do conjunto de dados é em formato pouco acessível para o cidadão. Isso porque são três bases de dados distintas – Civis, Militares e Banco Central – e três conjuntos separados para cada uma – Remuneração, Cadastro e Observações – separados ainda por mês.

O processo de transformar todas essas bases num conjunto unificado não é simples, uma vez que existem mais linhas na planilha de Remuneração para cada linha nas planilhas Cadastro e Observações (devido aos beneficiários com múltiplos vínculos).

Uma versão da base de dados dos pensionistas do governo federal em um arquivo único, incluindo as pensões civis e toda a série histórica publicada no Portal da Transparência, está disponível para download[18]. Já o código-fonte da aplicação e as consultas realizadas na base de dados podem ser acessadas no GitHub[19]. Para ajudar a entender melhor as pensões, a Fiquem Sabendo agregou as dezenas de tipos de pensão, com link para a legislação e breve descrição em uma planilha[20] de referência. O tutorial completo para acessar os dados, com links e imagens de referência, pode ser consultado no site[21] da Fiquem Sabendo.

Veja também

Referências externas

  1. https://fiquemsabendo.substack.com/p/aps-denncia-da-fiquem-sabendo-governo-17d
  2. https://fiquemsabendo.com.br/transparencia/governo-bolsonaro-tera-de-divulgar-pensoes-de-servidores-inativos-pagamentos-chegaram-a-r-490-bilhoes-em-6-anos/
  3. https://drive.google.com/file/d/1G73bAFCaOxNQ-pJ3EqPDHJKBBn8r3YKM/view
  4. https://fiquemsabendo.substack.com/p/exclusivo-quem-so-e-quanto-recebem
  5. 5,0 5,1 https://fabdev.shinyapps.io/graphs_on_demand/
  6. https://www.gov.br/cgu/pt-br/assuntos/noticias/2021/06/portal-da-transparencia-divulga-remuneracao-de-aposentados-e-pensionistas-do-governo-federal
  7. https://www.gov.br/cgu/pt-br/assuntos/noticias/2021/06/portal-da-transparencia-divulga-remuneracao-de-aposentados-e-pensionistas-do-governo-federal
  8. https://ijnet.org/pt-br/story/o-jornalismo-que-acabou-com-falta-de-transpar%C3%AAncia-das-pens%C3%B5es-no-brasil
  9. https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,filhas-solteiras-de-militares-recebem-ate-r-117-mil-mensais-mostram-dados-publicos-ineditos
  10. https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2021/07/custoso-anacronismo.shtml
  11. https://piaui.folha.uol.com.br/as-pensoes-e-os-bilhoes-da-familia-militar/
  12. https://brasil.elpais.com/brasil/2021-07-06/defesa-gasta-mais-de-meio-bilhao-por-ano-com-pensoes-acumuladas-pagas-a-parentes-de-militares.html
  13. https://apublica.org/2021/07/governo-paga-r-12-milhao-por-mes-a-herdeiras-de-militares-acusados-de-crimes-na-ditadura/
  14. https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/lucio-vaz/folha-de-militares-aposentados-revela-marajas-do-governo-bolsonaro/
  15. https://www.metropoles.com/brasil/registros-mostram-400-filhas-pensionistas-de-militares-como-socias-de-empresas-milionarias
  16. https://dados.gov.br/dataset/gestao-de-pessoas-executivo-federal-pensionistas
  17. http://www.transparencia.gov.br/download-de-dados/servidores
  18. https://drive.google.com/file/d/1e5W6fGJ5WsM_fxI18QK9JiHH-3F4sudq/view?usp=sharing
  19. https://github.com/FIquemSabendo/pensionistas
  20. https://docs.google.com/spreadsheets/d/1Eg3rXh14DyOrj60e6j9uULT-fLvdUwoKgaQF0hLlQnI/edit#gid=0
  21. https://fiquemsabendo.com.br/gastos-publicos/tutorial-encontrar-pensionista-dados-governo-federal/

Encontrou um erro ou sentiu falta de uma alguma informação neste verbete? Escreva para [email protected]

Usamos a licença “Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)", que permite a republicação/adaptação, inclusive para fins comerciais, desde que seja citado o crédito para a WikiLAI, com link para a publicação original. Saiba mais em WikiLAI:Sobre
Apoie a Fiquem Sabendo em catarse.me/fiquemsabendo e receba recompensas, ou faça um PIX para 32.344.117/0001-89 (CNPJ)